FAQ’s

01. Mas afinal ter conhecimentos BIM é realmente importante no contexto profissional?
Dadas as vantagens intrínsecas à utilização de metodologias BIM, cada vez mais donos de obra estão a exigir competências e objetivos BIM no contexto de concursos públicos/privados. É de antever que a curto/médio prazo este tipo de tendência se alargue a todo o mercado, tornando obsoletas as abordagens tradicionais.
Refira-se também a recorrência de oportunidades de emprego em que são postas como obrigatórias competências no âmbito de “Building Information Modelling”. Cada vez mais empresas da cadeia produtiva da indústria da construção ponderam a implementação integral do BIM nos seus processos de trabalho.

Links ilustrativos:
BIM no Reino Unido – Iniciativas Governamentais
BIM na União Europeia
BIM – Jobs

 

02. Qual o tipo de certificação que se obtém com este curso?
O curso encontra-se acreditado através do Sistema de Acreditação da Formação Contínua para Engenheiros (OE+AcCEdE).
Atualmente não existe nenhuma entidade certificadora de formação BIM a nível nacional. Mesmo a nível internacional, apesar de se estarem a iniciar processos de certificação BIM de pessoas e empresas, está-se ainda a dar os primeiros passos e não existe ainda um padrão mundial.
A conclusão do curso com aproveitamento culminará na emissão de um certificado que conta com a chancela da Ordem dos Engenheiros e das instituições de ensino a que pertencem os formadores do curso (Universidades do Minho (EEng), do Porto (FEUP e FAUP) e de Lisboa (IST)), o que, com certeza se revelará uma mais-valia, qualquer que seja o futuro da certificação/regulamentação da atividade BIM a nível nacional ou internacional.
Releva-se que o verso do certificado conterá informação específica sobre a duração da formação e os conteúdos ministrados. Por solicitação dos formandos, o respetivo certificado poderá ser emitido em língua inglesa.

 

03. Sou Engenheiro de Estruturas e trabalho exclusivamente em projeto de estruturas. Porque é que um curso destes com tanta abrangência de especialidades me poderá realmente ser útil?
O curso destina-se à obtenção de competências de BIM Manager, com muita orientação para a capacidade de implementação de metodologias BIM no seio de uma empresa. Essa implementação não pode ser vista numa perspetiva tradicional em que as especialidades se consideravam quase estanques entre si, laborando sequencialmente sobre um projeto. De facto, está implícita à metodologia BIM uma mudança de paradigma na forma de trabalhar, promovendo o trabalho colaborativo entre todos os envolvidos num projeto. Essa colaboração entre os vários atores leva a uma necessidade de compreensão aprofundada dos requisitos de troca de informação e da forma de coordenação. Neste contexto, torna-se fundamental a exposição de todos os formandos, qualquer que seja a sua área de especialização, à informação relativa às várias especialidades e mesmo aos próprios processos de construção e gestão de operações com BIM.

 

04. Quais os softwares que serão utilizados durante o curso e como é feita a formação nos mesmos?
Neste curso não é recomendada a aplicação de nenhum software em específico para materialização dos conceitos BIM. Pelo contrário, privilegia-se a oportunidade dos formandos terem contacto com o maior número de softwares possível logo experimentando múltiplas abordagens na aplicação dos conceitos BIM. Pretende-se assim proporcionar aos formandos a possibilidade de efetuarem escolhas livres a este nível, disponibilizando licenças académicas da maior parte das aplicações disponíveis no mercado.
Assim sendo, este curso não inclui formação específica em nenhum software BIM.
Parte-se do pressuposto que os formandos têm a disponibilidade/apetência para explorar, ainda que de modo iniciático, o maior número de aplicações BIM. Para além dos formadores responsáveis pelos períodos letivos teóricos, o curso conta com um conjunto de monitores com experiência na utilização de softwares BIM, que terão responsabilidades nos períodos de formação prática expositiva e tutorial, e poderão esclarecer dúvidas de iniciação/utilização de software, na medida da sua experiência pessoal e na orientação e apoio à realização do trabalho prático de grupo. Esse apoio ocorre na modalidade presencial durante a parte prática das formações (aos sábados), mas também por videoconferências (p.ex. SKYPE/WEBEX) ou e-mail (em horários complementares ao curso).
Assim sendo, o objetivo do presente curso centra-se na transmissão dos conhecimentos necessários e abrangentes para executar a função de BIM Manager, seja numa empresa seja num dado projeto, sendo expectável a capacidade dos formandos se familiarizarem com os softwares BIM com o apoio dos monitores/formadores.
Quer pela estruturação do curso, quer pela experiência da equipa de formadores e monitores, será proporcionado um contacto próximo com os distribuidores de software, que possibilitará ao formando quer a opção avalizada pelo software que pretender explorar, quer o apoio técnico direto por parte dos distribuidores.

 

05. Quais os conhecimentos prévios de informática/software que deverei ter para o curso?
Apesar de não haver pré-requisitos em relação a aplicações específicas, assume-se que os formandos têm conhecimentos de nível intermédio em informática, correspondentes ao uso genérico e à aplicação das tecnologias de informação em Arquitetura e Engenharia (sistemas operativos, folhas de cálculo, processadores de texto, programas CAD , programas de cálculo/análise, etc). Este nível de literacia informática, pressupõe a capacidade de autoaprendizagem e exploração iniciática de novas aplicações ou plataformas e estará ao nível dos conhecimentos com que os alunos dos cursos de Engenharia Civil/Arquitetura terminam atualmente os seus Mestrados Integrados (ou licenciaturas).

 

06. Qual a opinião dos formandos que participaram nas edições anteriores do curso?
As quatro edições decorridas do curso em Portugal Continental ocorreram no Porto e em Lisboa, contando com o número máximo de participantes em ambos os locais (25 formandos por edição em cada). Resultaram trabalhos práticos de aplicação BIM bastante interessantes, evidenciando a aquisição de competências por parte dos formandos. Dos inquéritos de satisfação realizados no final do curso, realça-se a pontuação média de 8.5/10 para a questão “Recomendaria este curso?”.
Para ver algumas opiniões pessoais sobre as edições anteriores do CursoBIM, recomenda-se a consulta da secção “Testemunhos” deste website. O curso encontra-se em constante atualização face aos mais recentes desenvolvimentos BIM, bem como às sugestões dos formandos das edições transatas.

 

07. Em que consiste a avaliação realizada no curso? É obrigatória?
O curso conta com uma parte prática realizada aos sábados de manhã que permite formação tutorial no âmbito da aplicação concreta da metodologia BIM num caso prático.
O trabalho prático proposto aos formandos consiste na formação de equipas com 4-5 elementos simulando uma equipa com formação de base e objetivos complementares, como por exemplo: um Arquiteto e quatro engenheiros dedicados respetivamente a estruturas, hidráulica, AVAC e construção. No trabalho prático é proposto o desafio de realização de um pequeno edifício, para o qual a componente mais importante se centra na capacidade de realização de trabalho colaborativo e noções de disciplina de modelação. Os formadores consideram que a realização do trabalho prático constitui um complemento muito importante para a consolidação e aprofundamento dos conceitos explanados durante a formação. Esta opinião foi reforçada pelos formandos da edição anterior que responderam com pontuação média de 7.7/10 à questão: “Como classificaria o trabalho prático enquanto contributo para a sua aprendizagem neste curso?”.
Apesar do corpo de formadores não o considerar recomendável, existe a possibilidade de frequência do curso sem realização do trabalho prático (é emitido apenas um certificado de frequência, sem indicação da obtenção de aproveitamento no curso).

 

08. Qual o material de apoio que é cedido durante o curso?
Para além de vários livros de apoio recomendados, todos os módulos de formação compreendem conteúdos criados especificamente para o curso, e que são disponibilizados aos formandos, quer em suporte digital (partilhado em ‘cloud’), quer em papel (no início de cada módulo). Refira-se que a pasta partilhada com os formandos na edição anterior atingiu uma dimensão total de 2.4 GB. Adicionalmente foi criado um canal privado de vídeos de apoio à formação, com 50 vídeos resultantes de temáticas abordadas nas sessões práticas do curso. Os vídeos em questão possibilitam que os formandos acompanhem os momentos de formação relativos à aplicação de software de forma individual à velocidade que quiserem, fora do horário letivo.

 

09. Que tipo de reformulações sofreu o curso ao longo das várias edições?
O cerne do núcleo de formadores mantém-se coerente ao longo de todas as edições do Curso. O Curso passou a estar acreditado pelo sistema OE+AcCEdE a partir da sua 4ª edição.
Os princípios de funcionamento das sessões foram alterados na 3ª edição, com incorporação significativa de conteúdos ao nível da aplicação prática. Assim sendo, às sextas feiras de manhã decorrerá normalmente um momento de formação ‘teórica’, sendo que às sextas à tarde decorrerão sessões práticas expositivas. As sessões práticas expositivas serão integralmente guiadas pelos formadores práticos, que mostrarão a aplicação prática dos conceitos avançados nas aulas teóricas, materializando-os em exemplos manipulados em software BIM durante as aulas práticas expositivas. Estas demonstrações práticas, que incluirão partilha de ‘templates’, ‘famílias’, ‘modelos’ e ‘diagramas de processo’, entre outros, permitirão aos formandos abraçar com mais confiança e alcance os objetivos do trabalho prático proposto, e ao mesmo tempo melhor rentabilizar o período tutorial da formação. Refira-se adicionalmente que as sessões práticas expositivas incluirão vídeos ilustrativos pré-gravados e mesmo gravação dos exemplos demonstrados na aula. Isso permitirá que os formandos possam aplicar os conceitos demonstrados nestas aulas ao seu ritmo em sessões de estudo individual (evita-se o stress associado à tentativa de replicação de todos os processos durante a aula).

Fale connosco

Subscrever Newsletter

Inscrições e secretariado

TecMinho / UMinho (Lara Leite)
Campus de Azurém
4800-058 Guimarães
Tel. 253 510 748
info@cursobim.com

Edição Lisboa
Av. António Augusto de Aguiar, 3D, Lisboa

Edição Porto
Rua Rodrigues Sampaio, 123, Porto

Edição Braga
Rua de S. Paulo, 13, Braga

Edição Coimbra
Rua Antero de Quental, 107, Coimbra